Depois de passar pela ETE, cuja capacidade de vazão média de 350 litros/segundo e vazão máxima de 500 litros/segundo, a água apresenta um grau de pureza superior a 90%, ou seja, em condições de ser lançada no córrego Laranja Azeda sem ocasionar poluição.

O processo utilizado pelo SAEP, de maneira resumida: após chegar, como esgoto bruto, à estação elevatória por meio de emissário, passa para a primeira etapa do tratamento, constante de peneira e caixa de areia para retenção dos sólidos menores, inclusive a areia. No reator anaeróbio (tanque) – segunda etapa - há redução de até 70% da carga orgânica pela ação de microrganismos.

No filtro biológico – terceira etapa – o esgoto já parcialmente tratado em contato com microrganismos que reduz a carga orgânica até o índice de 90% ou mais.

No decantador – fase final – acontece a separação dos sólidos para desidratação e encaminhamento para o aterro sanitário, ao tempo em que a água sofre desinfecção e é lançada no córrego Laranja Azeda.

Nosso site faz o uso de cookies para melhorar sua experiência de navegação. Leia sobre como utilizamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Preferências de Privacidade" à direita.

Preferências de Privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar e recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como nós respeitamos sua privacidade, você pode escolher não permitir coletar dados de alguns tipos de serviços. Entretanto, ao não permitir esses serviços sua experiência pode ser impactada.


ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
fechar
ACESSIBILIDADE
Carregando... Por Favor, aguarde...